Edição 2017 em e-paper
 
 
Jornal de Negócios
Nova Pesquisa
     
   
   
   
  Início
  Editorial
   
 
   
 
 
 
 
Tempo de Orientação 10-02-2017
Fotografia Gaivotas em terra, tempestade no mar. A sabedoria popular parece estar alinhada com a previsão dos analistas políticos para os tempos que se avizinham: vem aí tempestade! No que a efeitos diz respeito, as opiniões divergem entre o “depende” e o “talvez”, em parte por estarem calejados de um passado recente em que a adivinhação teria melhores resultados e pela dificuldade de análise de uma conjuntura externa muito complexa, sem precedentes e em permanente mutação, à velocidade de um twitter. Uma coisa é certa: a incerteza. Que per si já é uma tempestade.
O nosso Portugal, país pequeno e virado para o mar, sofre destas coisas. Qualquer tempestade vem cá parar. E esta não vai ser excepção. Estamos perante uma envolvente externa extremamente imprevisível, com uma enorme incerteza política, e são tantas as variáveis que se podem cruzar, que acabam por remeter para um plano secundário os factores económicos que, por sinal, até já começavam a dar um ar da sua graça.
Olhando para a última década concluímos que foram mais as intempéries do que a bonança, e também sabemos que qualquer constipação lá fora, facilmente se transforma em gripe cá dentro. Será que só nos resta a resignação? Nós conseguimos fazer mais, melhor e diferente. É preciso dinamizar a economia, trabalhar, inovar e acreditar. Que o digam as sociedades de advogados apresentadas nesta 12ª edição do In-Lex, que conhecem de perto os desafios do tecido empresarial português, seus clientes, que anseiam por uma estabilidade política, económica, financeira e legislativa - factores essenciais a um clima favorável ao investimento.
Olhando para a última década concluímos que foram mais as intempéries do que a bonança, e também sabemos que qualquer constipação lá fora, facilmente se transforma em gripe cá dentro. Será que só nos resta a resignação? Nós conseguimos fazer mais, melhor e diferente. É preciso dinamizar a economia, trabalhar, inovar e acreditar. Que o digam as sociedades de advogados apresentadas nesta 12ª edição do In-Lex, que conhecem de perto os desafios do tecido empresarial português, seus clientes, que anseiam por uma estabilidade política, económica, financeira e legislativa - factores essenciais a um clima favorável ao investimento. ...In Anuário 2017
Ver documento Documento
 
Voltar