Edição 2019 em e-paper
 
 
Jornal de Negócios
Nova Pesquisa
     
   
   
   
  Início
  Editorial
   
 
   
 
 
 
 
Há ou não excesso de cursos de Direito? 08-02-2019
Há ou não excesso de cursos de Direito em Portugal? Há quem diga que sim, mas também quem tenha uma opinião oposta. Mas mais do que uma ou outra realidade, aquilo que está em causa quando se fala no acesso dos jovens formados em Direito no acesso à profissão de advogado é perceber se o estágio que permite, uma vez finalizado, a inscrição na Ordem dos Advogados deve continuar como está.
Manuel Ximenez, presidente da Associação Académica da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Lisboa, sublinha que em Portugal existem 15 cursos de Direito, mas isto pouco significa se não estudarmos o número de vagas que os mesmos oferecem. ...In Anuário 2019
Ver documento Documento
 
Mercado em 2019 08-02-2019
A estabilidade política e social no país, a par de uma conjuntura económica externa favorável, são dois fatores apontados como determinantes para explicar o bom comportamento que a economia registou em 2018. Há contudo fatores que podem mudar e que causam apreensão aos atores do mercado português de prestação de serviços jurídicos às empresas, quando inquiridos sobre o que esperam de 2019. Em causa está, sobretudo, a forma como irá evoluir a economia mundial.
Os riscos em 2019 chegam sobretudo do exterior. Uma pequena economia, como a portuguesa, exposta ao mercado global, poderá enfrentar este ano dificuldades, caso a saída do Reino Unido da União Europeia seja feita sem acordo. ...In Anuário 2019
Ver documento Documento
 
Justiça 2019 08-02-2019
Megaprocessos de enorme impacto mediático marcam o ano de 2019 no setor da Justiça. Políticos, banqueiros e clubes desportivos estão no centro de alguns dos casos que mais tinta têm feito correr e que, ao longo deste ano, vão continuar a marcar a agenda.
Já a nível político, com juízes, magistrados do Ministério Público e oficiais de justiça a discordarem das propostas para a reforma dos respetivos estatutos, o ano, que será marcado por eleições legislativas, promete não ser pacífico. ...In Anuário 2019
Ver documento Documento
 
De Olhos Postos no Futuro 15-02-2018
A capacidade das sociedades de advogados se adaptarem às exigências jurídicas dos diferentes ciclos da economia ajuda a explicar quer a resiliência, quer a capacidade para crescer que o sector tem demonstrado. É, felizmente, nesta segunda fase que o país se encontra. O ano tem tudo para ser promissor para a advocacia.
O turismo e o imobiliário, que têm sido motores do crescimento, prometem continuar a gerar negócio para as sociedades de advogados. Mas não só. O maior dinamismo da economia, ajudado pela melhoria da imagem externa, continuará a trazer mais investimento estrangeiro. Por outro lado, o menor aperto financeiro será indutor de uma maior actividade de consolidação nas empresas. ...In Anuário 2018
Ver documento Documento
 
   
 
Página 2 de 20. << Anterior | Posterior >>